Meu bebê mordeu o seio

Quem já passou por isso sabe que não é NADA confortável quando acontece! Há algumas estratégias possíveis pra evitar as temidas mordidas e é sobre elas que vou falar hoje! Os primeiros dentes nascem por volta dos 6 meses de idade (as vezes antes ou depois) e uma das formas do bebê lidar com o desconforto gerado pelo nascimento dos dentinhos é justamente morder (embora o nascimento dos dentes não seja a única causa para esse comportamento). Mas afinal, o que você pode fazer para evitar que isso aconteça?

Dica 1: ofereça um mordedor geladinho antes da mamada – se a gengiva do bebê estiver “adormecida/anestesiada”, é menos provável que ele morda a mama;

Dica 2: Aprenda como desencorajar as mordidas (se essas se tornam persistentes) – interrompa a mamada, converse com o bebê de maneira firme (mas sem gritar), interrompa a sucção antes que ele morda, ofereça algo para o bebê morder e garanta uma boa pega (dessa forma, a língua provavelmente ficará posicionada sobre a gengiva o que evita a mordida);

Dica 3: Ofereça reforço positivo nas mamadas em que o bebê não morde! Bebês não entendem o quão desconfortável pode ser uma mordida no seio e muitas vezes precisam que os ajudemos a “entender” que essa não é uma situação bacana e vice versa;

Dica 4: Tente reduzir o desconforto: ofereça com mais freqüência a mama menos machucada/dolorida; alterne a posição de mamada, converse com seu médico sobre a possibilidade do uso de analgésicos até que a situação se resolva e também avalie se a laserterapia de baixa potência pode ser uma boa opção para analgesia/cicatrização.

Dica 5: Não force um bebê a mamar quando ele não parece estar interessado!

Dica 6: A mordida muitas vezes está associada ao uso de bicos artificiais, avalie se não é este o caso! Tentar entender em que momento e o porque o bebê faz isso muitas vezes é chave para evitarmos essa situação!

Dica 7: Esteja em sintonia com seu bebê durante a mamada: será que essa não seria uma forma de chamar sua atenção? Faça muito contato de olho, converse e agrade seu bebê!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *